Cissa,
a Princesinha






 

 

 

 

 

 


24/06/1994
14/07/2000

                                






 

 

 

 

 

 


Você foi e sempre será nossa princesinha.

Chegou a nós com um olhar terno desejando ser a rainha do lar.

E assim foi durante muitos anos...

 

Percorria a casa, pedindo para pegá-la em nossos braços.

Sorrio ao lembrar de suas travessuras, que foram muitas...

Quando te banhava, seus olhos expressavam agradecimento a

cada mimo que te fazia.

 

Ao escovar seu pelo glamourozo o brilho resplandecia como raios que caiam do Céu

Seus latidos e rosnados sempre alertavam ante o perigo eminente.

Cuidava do lar com extremo  amor.

 

Uma única vez fostes mãe de quatro lindos pimpolhos,

A pequena MEG que enriquece até hoje o lar da Tia Creuza.

CANDY, ofertado de presente a amiga  Giovanna.

E outros dois cãezinhos, BOMBOM e TINY, que engrandecem nosso Canil.

 

Um dia adoecestes e partistes,mas ficaram as boas lembranças, 

E o muito que aprendemos contigo.

 

Imaginamos que hoje estejas ao lado de outros cãezinhos

Correndo pela relva de um lindo e verde jardim,

Ao som do gorjeio dos passarinhos...como a melodia que ora se ouve.

 

Minha princesinha, você foi doce e meiga, inigualável e inseparável amiga.

Aqui fica nossa homenagem e a certeza de que sempre lembraremos de ti

Com muito amor.

 
 

 


 

Meu Alf


 










03/03/2004
11/01/2005











Nasceu com muitos problemas de saúde.

Sempre houve a certeza de que sua vida, além de efêmera,  não sera muito fácil.

Meu ALF não enxergava, tinha hidrocefalia...não andava direito.

Não tinha coordenação motora, e por isso, caia constantemente...

Só bebia água pela seringa.
 

 

Ele não era um cãozinho alegre, como os demais!

Também não conseguia demonstrar carinho....

Mas as vezes, tentava lamber a mão daqueles que o alimentavam......

Era a sua forma de agradecimento!

 

Ele dormia bastante e comia muito bem,

desde que alguém o segurasse.

 

Sua vida foi curta, porém não foi nada fácil

 

E minha ajuda foi sempre  muito limitada.

Sacrificá-lo, conquanto tenha sido uma decisão difícil,

Era a melhor coisa que eu poderia fazer para compensá-lo de tantas desventuras.

Que o nosso PAI MAIOR, o receba !

 

E que meu cãozinho possa agora descansar dessa experiência.

  

Se existirem mesmo anjos, que eles possam fazer por ele

O que eu não consegui fazer: torná-lo um cãozinho alegre !!

Desculpe, ALF, pelas minhas limitações 1

De longe, ele sempre foi bem mais forte que eu.

 

Que  DEUS o ampare e me perdoe.

 

SAUDADES!!! Fica a certeza que onde estiver, estará muito melhor.

Pra você, ALFZINHO....só me resta deixar essa ínfima homenagem.!